Postagens Mais Acessadas

11.4.10

Sintomas que Podem Levar um Bebê ao Terapeuta

Decidi montar uma "tabela", a pedido de numerosos emails que recebi, solicitando dicas de quando os pais necessitam procurar um terapeuta devido a sintomatologia emocional preocupante no BeBê: SINTOMAS QUE PODEM LEVAR UM BEBÊ AO TERAPEUTA Depressão * Sintomatologia: o bebê mantém atenção dirigida em objetos em movimento e não interage com os pais; Dificuldade para dormir e choro constante durante o dia. * Causa provável: os pais brincam e conversam pouco com o bebê; O bebê vive em ambiente tumultuado, e os pais brigam ou discutem muito um com o outro. Atraso motor * Sintomatologia: o bebê demora para sustentar a cabeça, sentar, andar e falar. * Causa provável: atenção excessiva por parte da mãe, prejudicando o desenvolvimento normal do bebê em adquirir novas habilidades. É como se a mãe fizesse tudo pelo bebê e não deixasse-o explorar o mundo. Distúrbios alimentares * Sintomatologia:o bebê se recusa a comer e perde peso rapidamente; * Causa provável: mães depressivas, que não conseguem cuidar do bebê, mas não saem de perto da criança - deixando um vazio afetivo-"alimentar" de afeto. Sugestões, envie ao blog

2 comentários:

  1. Ola!
    Tenho uma bebe de 7 meses de idade ela so quer colo e dormir comigo na minha cama...meu marido sempre cooperou muito no inicio mas de uns tempo pra ca anda sem paciencia para me ajudar com a bebe... Nao consigo tempo nem para arrumar meus cabelos ou minhas unhas desde q ela nasceu e meu marido exige demais de mim em todos aspectos... As vezes bato em mim mesma qdo estou no banho e choro sozinha nao quero q ele saiba ele e muito ignorante como ja me disse varias vezes que sou chiliquenta as vezes tenho vontade de largar tudo e sumir mas qdo penso em minha pequenina volto os pés no chão e me lembro que este serzinho depende dos meus cuidados e do meu amor e isso nao me deixa cair mas confesso tenho medo de ja estar com depressão pois meu pos parto foi muito conturbado... Me ajudem

    ResponderExcluir
  2. Olá Katia, eu imagino os momentos difíceis que vc está passando em seu lar. Vou tentar lhe responder, privadamente, por email. Se eu não conseguir, por gentileza me escreva enviando seu email particular. Um abç. dra. Regiane

    ResponderExcluir